terça-feira, 17 de março de 2009

MANIFESTO DOS ARTISTAS AO PLENÁRIO DA CÂMARA MUNICIPAL DE CATAGUASES, EM 17.03.2009

Excelentíssimo senhor Presidente, Senhores Vereadores, público presente:

Nós estamos aqui para apresentar nossa insatisfação com o Veto ao projeto cultural da Acriar, que destinava a verba de R$ 301 mil à celebração de Convênios com a entidade. Estamos aqui também para solicitar que esta Casa elabore e encaminhe ao Executivo Municipal, conforme prometido em plenário, na Sessão de 04.03.2009, Lei Autorizativa de mesmo teor da emenda rejeitada pelo Veto.

Nós estamos aqui, em paz, ocupando esta tribuna para lembrar que, em julho de 1988, 300 intelectuais e artistas de várias partes do mundo se reuniram no Chile num movimento de força e beleza para dizer Não à ditadura cega de Augusto Pinochet.

Inspirados por esse encontro histórico inesquecível, nós também dizemos Não.

Nós dizemos Não à cultura da mesmice que nos é dada de cima para baixo como se desse poderoso alimento não pudéssemos nos servir com nossas próprias mãos. Não queremos farelos dessa arte insossa. Queremos o banquete da poesia.

Nós dizemos não à cultura do silêncio que tenta desmoralizar todo tipo de manifestação pela verdade que liberta e engrandece. Queremos exercer o direito de apontar ruidosamente o dedo e mostrar o caminho. Queremos exercer o direito de obrar com nossa arte na construção da democracia.

Não queremos o silêncio traiçoeiro e o sofisma que falsifica a verdade.

Nós dizemos não à fala conformada e fria dos enganadores da arte que vêm alienando gerações sucessivas e impedindo a viagem esplendorosa através do conhecimento humano.

Queremos bradar, queremos incendiar nossas línguas, todas as línguas, e iluminar a escuridão da ignorância das pessoas que assim amordaçadas não ameaçam os algozes do mundo. Por isso dizemos não à cultura estéril que esses inimigos da humanidade vêm construindo.

Nós dizemos não ao direito de poucos determinarem o que se pode ver, ouvir, o que se pode conhecer. A arte não é propriedade de ninguém e queremos a participação de todos no grande banquete. Queremos celebrar. Que a cultura se universalize.

Estamos aqui em nome de uma arte que inclui pessoas, que fundamenta as relações mais sinceras, que diminui diferenças, que é fielmente traduzida num abraço. Estamos aqui armados até os dentes de fraternidade.

Estamos aqui, Senhor Presidente, senhores vereadores, público presente e se hoje somos setenta, amanhã seremos mil e poderemos muito em breve ser incontáveis. E estamos aqui!

Desta forma, ao abrigo desta Casa que pertence ao povo, nós dizemos não a uma cultura que não nos serve mais, a não ser para perpetuar a ignorância, para consolidar a exclusão e conduzir quem dela faz uso à desesperança e finalmente à desistência.

Estamos aqui e dizemos não!

Diretoria da Acriar(Associação dos Criadores de Arte, Produtores de Eventos Culturais e Entretenimento), representando os Artistas de Cataguases.

6 comentários:

Paulo Lucio disse...

Só assim que vamos ter mudanças, e infelizmente os artistas tem que tomar essa atitude, fazendo um manifesto.

Cataguases, todos citam como cidade cultural, mais na prática abandonam os artistas, não fazem nada para a cultura.

Preferem deixar para os Institutos fazer cultura, mais é cultura para elite. Os institutos que tem uma infra-estrutura boa, com praças e locais próprios, mais que preferem pagar milhões para artistas de fora, do que abrir as portas para os artistas locais.

Com isso, vários músicos são obrigados a tocar em bares, pois não tem um espaço público, ou apoio dos institutos, que cobram para tocar, e cobram caro, e várias vezes com shows marcados eles cancelam sem explicação, só peixada, e fazem para elite.

Além de músicos, temos vários artistas plásticos, pintores, escritores e outros artistas. Que estão mobilizando através da ACRIAR, e que conta com a ajuda do Vereador Cultural, Vanderlei Pequeno.

Lembrando que os artistas brasileiros, não vão mais viver fugindo, exilados, presos ou torturados, agora vamos exigir nossos direitos, e esse manifesto é o começo da revolução cultural em Cataguases;

Não estamos pedindo favor, o dinheiro é nosso, é do povo, por isso façam para o povo,se não fizer vão sentir a forças dos artitas, e hoje vai ser o marco da cultura, não percam.

Anônimo disse...

voce parece uma vaquinha de presepio repetindo tudo aquilo que ouve os outros dizerem por issofica falando um monte de besteira.Um homem tem que ter personalidade.Vai estudar BABACA!!!

paulo lucio disse...

Anônimo, obrigado pela sua visita no meu blog, e principalmente pelo seu comentário, e fico feliz de saber que meu blog e meus e-mail estão fazendo efeito.

Cataguases está precisando de mais gentes escrevendo besterias. Pois escrevendo besterias repetitivas que vamos cobrar as mudanças pra valer, e se você se acha melhor do que, que faça um blog, tenho certeza que eu ser um seguidor.

Em relação a personalidade, eu coloco o meu nome, Paulo Lucio, e não me escondo em comentários anônimos, obrigado pela visita e volte sempre.

Ricardo Centro disse...

Discordo totalmente desse anônimo. Acho que esse blog e de outros que usam para informar a população tudo o que está acontecendo na nossa cidade.E que babaca é aquele que não tem coragem de colocar o nome, e de publicar a realidade. E ainda questiona a personalidade. Parabéns Paulo Lúcio e continue escrevendo suas "besteiras", e tenho certeza que esses comentários vão fortalecer cada vez mais você, e lembre-se que nem Jesus agradou a todos, adoro seu blog.

Wilson Cataguases disse...

Parabens mais uma vez pela sua iniciativa, continue cpostando informações mesmo de tudo sobre a cidade , a população realmente precisa detodos nós que saimos em luta da maioria.

Abraços fraternais

Anônimo disse...

Meus sinceros parabéns a Acriar e outros envolvidos pelo manifesto.
Chamo porem a atenção de vcs para que não aceitem esmolas nem façam acordo pois um governo comprometido e covarde como o de Cataguases vai ceder.Mais uma vez parabéns.Sou anonimo por coveniencia e não por covardia.