terça-feira, 29 de junho de 2010

DEU ZEBRA!

Esse ano, como diz o povão, é ano de política. Iremos eleger nossos futuros deputados, senadores, governadores e presidente. Vai ser dilmais.

Por falar de Política, na última edição do Primeiro Jornal, tive a satisfação de ler o artigo – Conceitos para aprender... experimentar ... mudar de opinião... - do Professor e Livreiro Luciano de Andrade, que nos presenteou com uma aula sobre os conceitos de Política e Ética.

De acordo com o Professor - “deveríamos eleger e exigir pessoas cuja índole e intelectualidade sejam naturalmente direcionadas ao bem coletivo; aquelas que pensam grande e vivem para melhorar o mundo, mesmo que desagradam aos grupos interesseiros e aos egoístas de plantão”.

Falando de grupos interesseiros e os egoístas de plantão , nossa cidade voltou a sofrer seus ataques. O bicho está pegando. E falando de bicho, nossa política virou um zoológico.

Cataguases que virou ninho de TUCANO, voltou a sofrer intervenções dos velhos URUBUS, grupos políticos que sobrevoam a cidade sobrevoam a cidade torcendo que ela morra para que eles comam os restos.

Há alguns meses atrás, quando o Município começava a dar sinais de vida, investindo em compras de máquinas e liberando a construção de um posto de gasolina, o Prefeito cutucou ONÇA com vara curta, já que alguns não aceitam concorrentes e não querem que a cidade cresça.

Como forma de intimidar e mostrar quem manda na cidade, a administração do Prefeito Willian LOBO foi bombardeada por denúncias, que logo ganharam toda a cidade. Na boca maldita, blogs, Orkut, rádios, jornais o assunto são os mesmos.

Nesse mato tem CACHORRO.

Essas denúncias chegaram a Câmara Municipal. O excelentíssimo Vereador Guilherme do Vale, que até então demonstrava estar do lado do Prefeito, mudou de lado e passou a vestir a camisa da “oposição”, liderando um movimento querendo, o mais rápido possível, criar Comissões de Inquéritos.

A COBRA vai fumar.

O ansioso edil Guilherme não conseguiu passar suas propostas de instalações de Comissões de Inquérito. O plenário da Câmara acatou, na ocasião a sugestão do Procurador do Legislativo, de criação de Comissões de Assuntos Relevantes. Na ansiedade de criar as CPIS, o Vereador soltou os bichos, escreveu no seu parecer que seus nobres pares não poderiam dar uma de AVESTRUZ.
Voou pena pra tudo que é lado e a bicharada correu solta.

O nobre vereador Eduardo Schelb ao encerrar a Comissão Comissão Processante, criada para investigar a causa da demora do Procurador do Município nas respostas dos requerimentos, sob a alegação de que o problema já havia sido resolvido, já que o procurador havia respondido os questionamentos dos vereadores, soltou os bichos e citou dois ditados populares: “CÃO que ladra não morde” e “Quem fala muito dá bom-dia a CAVALO”.

O resultado dessa bicharada toda não poderia ser outro: Uma crise animal.

Com o encerramento da Comissão Processante, sobraram duas Comissões de Assuntos Relevantes. Mas empunhando a bandeira de defensor da ética, Guilherme não aceitou a decisão do Plenário, que deveria ser soberana, e recorreu ao Ministério Público, impetrando um Mandado de Segurança contra as decisões da Casa, que através de uma liminar suspendeu os trabalhos da Comissão de Assuntos Relevantes, que investigava irregularidades em licitação de asfaltamento, presidida pelo próprio Guilherme. Como explicar esse mandato de segurança, já que o vereador votou favorável a criação da Comissão e é o presidente da mesma. E as denúncias como ficam?

Com a intervenção do Ministério Público, o vereador acabou arquivando todas as denúncias: nem Comissão de Assuntos Relevantes, nem Comissão de Inquérito, nem CPI. Está tudo parado. Um antigo ditado diz: “Mas vale um PÁSSARO na mão do que dois voando”. Sendo assim, Guilherme que colocou o carro na frente dos BOIS voltou atrás e retirou o mandato de segurança. Mas por quê?

Com o fim do mandato de segurança, foi restituída a Comissão de Assuntos Relevantes, que deverá investigar as denúncias, afinal : “Quem não tem CÃO caça com GATO”. Por falar de investigação, a outra Comissão de Assuntos Relevantes que está levantando os dados sobre as irregularidades nos processos licitatórios para contratação de ônibus escolares para servir as escolas municipais, composta pelos vereadores Antônio Boneco, Antônio Beleza e Vanderlei Pequeno, já aconteceram duas reuniões. Os denunciantes, proprietários de empresas de transporte coletivo em Cataguases já apresentaram um vasto dossiê que dará muito trabalho ao Executivo. Há graves denúncias de favorecimentos em processos licitatórios ocorridos desde o início de 2009. Como explicar uma Comissão funcionar e a outra não?

Essas intervenções só serviram para atrasar as investigações e criar uma crise. O que começou com “A”, de AVESTRUZ, terminou com “Z”, de ZEBRA.

Como quase sempre faço, costumo colocar em meus artigos alguns trechos musicais, dessa vez não seria diferente, termino ao som dos Titãs - “bichos, solta os bichos”.

2 comentários:

Doug disse...

Meu caro Paulo Lúcio...Tirante essa bobagem de "Dilmais", sobra de um PC do B desorientado nas suas questões mais relevantes, vejo que as discussões da câmara qto a bicharada, exigem um veterinário presente. A ação de alguns vereadores mais oportunistas, coisa q qlker cidade barsileira tem, redundam em uma perda de tempo e dinheiro dos contribuintes, pagando egos inchados. Não se aproveita nada? Abs Douglas

Paulo Lucio disse...

Caro Doug, obrigado pela visita no meu blog. Fico feliz de saber que você participa das questões políticas.

Em relação ao seu comentário o que falta na Câmara não é veterinário mais sim o povo, que deveria cobrar de suas autoridades.

O povo que não cobra e não participar também faz parte desse zoológico político, como BURRO.