terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Saúde pede socorro

A questão da saúde no Brasil sofreu grandes mudanças, do ponto de vista jurídico, a partir de 1988. A Constituição promulgada naquele ano assegurou a saúde como Direito Social, cabendo ao Estado torna-la acessível a todos.

Saúde é um DIREITO FUNDAMENTAL DO SER HUMANO, COMO RESULTADO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DO GOVERNO, SEJA ELE MUNICIPAL, ESTADUAL OU FEDERAL.


Antes para ter direito assistência à saúde, tinha que ser contribuinte da previdência, com a
mudança na Lei 8.080/90 da Legislação Infraconstitucional, que institui o Sistema Único de Saúde (SUS) e enfatiza os princípios consagrados da Carta Magna.

Segundo a Lei Orgânica da Saúde, são objetivos do SUS: identificar os fatores determinantes da saúde e formular a política destinada a promover, nos campos econômico e social, a redução dos riscos de doenças e outros agravos ao bem estar físico, mental e social do indivíduo e da coletividade. E ainda, prestar assistência às pessoas através da promoção, proteção e recuperação da saúde, integrando medidas assistenciais e preventivas.

Sendo assim, saúde é um direito do ser humano, que em Cataguases não vem cumprindo esse direito. Hoje, ao levar meu filho, de 2 anos de idade, fiquei impressionado de saber que não tinha médico pediatra no hospital, e não somente hoje, mas quase todos os dias, o que fiquei mais impressionado, é que tenho convênio particular, e mesmo assim não tinha médico para atender meu filho. A que ponto chegou a saúde de Cataguases, o que é um direito, mesmo pagando, não temos.

Como pode um hospital funcionar sem médico para atender as crinças doentes, e indicam o clínico geral, que apesar de ser um grande profissional, talvez não seja indicado em certos casos, que deveria ser médicoda área para atender.

A única solução é levar meu filho para outra cidade, e em caso de urgência, o que seria do meu filho, lembrando que saúde sempre urgência. O que me deixou mais tranquilo, é que a saúde do meu filho, não era tão crítica, e agradeço a Deus, pois só ele mesmo, pois médico.

Sei que não é culpa do atual prefeito, o caos é decorrente a péssimas gestões anteriores, mais que, agora, é umas das principais responsabilidades de sua gestão. De todos os problemas, de uma coisa não posso reclamar, o tratamento dos funcionários com meu caso me deixou muito sastifeito, apesar de não ter conseguido méidos, eles foram solidários, dando atenção e tentando solucionar meu problemas.

Publico esse comentário em forma de desabafo, e espero que mais rápido possível resolva esse grande problema, e espero que a saúde possa atender não somente meu filho, mas toda e qualquer criança, adulto e idosos possam ter direito a saúde, que é nosso direito. E espero que a saúde não continue pedindo socorro

2 comentários:

Anônimo disse...

coloquei um comentario ontem ,HOJE ele sai,sumiu,desapareceu. È brimcadeira. Sera que alguém mandou retirar. TÔ FORA

Paulo Lucio disse...

Caro anônimo, ninguém retirou comentário nenhum, o espaço aqui é democrático, poste novamente, e grato pela visita.